Academia WordPress
Programar 2

4 Dicas para co-fundador que não sabe programar

Programar 2
Seja durante conversa na hora do almoço na sala de jantar ou altas horas da noite conversando com meus colegas de quarto, parece que todo mundo tem uma grande ideia para uma startup em tecnologia. Infelizmente, poucos tem o conhecimento técnico necessário para colocar essas ideias em pratica.
Quando nós começamos, nenhum dos meus co-fundadores tinha conhecimento em linguagens de programação. O que nós fizemos tinha ambição, visão e redes de suporte providenciadas pelas nossas universidades. Ainda assim, lançar uma startup – especialmente pela primeira vez e sem grande experiencia em programação – pode ser extremamente problemático. Não tenha medo, porque universidades é o lugar ideal para um empresário não-técnico começar.

Aqui estão 4 passos para começar sem muito conhecimento técnico:

Crie um plano empresarial

Como um co-fundador não técnico, você irá se tornar responsável por tudo fora do produto em si. Criar um plano empresarial irá ajuda-lo a ter prazos realistas e expectativas, também ajuda a traçar membros de equipe em potencial e futuros investidores bem mais facilmente.
Pode ajudar a participar em eventos patrocinados pela universidade. na NYU (New York University), onde eu sou calouro, estudantes entrando em eventos da universidade podem refinar seus planos empresariais com profissionais. Tendo feedback dessas fontes me ajudou muito a encontrar o modelo de negocio que funcionou pra mim.

Monte uma equipe

Seu primeiro objetivo deve ser encontrar alguém capaz de programar com talento e que pode tornar sua visão realidade. Eu sugiro procurar no programa de ciências da sua universidade ou você pode fazer como eu fiz e encontrar através de um amigo em comum. Seja uma equipe de 2 ou 5, é importante que todo mundo seja compatível. Vocês irão gastar os próximos meses trabalhando juntos.

Comece preparando a estrada

Enquanto os demais estão a programar, fazendo o produto, é hora de você trabalhar em outros aspectos do negocio. Você deve começar procurando concelhos de professores na universidade que trabalham na área que você está procurando. Você é responsável por ter feedback dos primeiros consumidores, criando sussurro no mercado, e criando e mantendo as relações de negocio com futuros parceiros.

Ir a universidade em Nova York nos permitiu desenvolver relações com muitas instituições de educação na cidade e nos deu vários clientes para feedback.

Aprenda a programar

Por ultimo, procure o horário em sua agenda para aprender a programar. Mesmo um co-fundador não-técnico precisa saber o básico de programação para ser capaz de se comunicar efetivamente com os programadores da equipe. Felizmente, você pode fazer isso como eu fiz, e aprender em sua própria casa em sites como Codeacademy.com ou você pode se envolver em alguma instituição de ciências da computação. Em ambos os casos, aprender a programar é inevitável e seu produto só tem a melhorar com isso.

 

 

Quais são as suas dicas para um co-fundador não-técnico? compartilhe conosco nos comentários.

Texto de David Gabeau em 5 de Março de 2013 – http://www.entrepreneur.com/article/228926

 

BLING
Daniel Leal

Daniel Leal

Eu já passei dos meus 25 anos e boa parte desse tempo eu estive online. WordPress, Plataformas e códigos são uma paixão grande, mas marketing, conteúdo e empreendedorismo falam mais alto. Eu vivo nesse conflito e escrevo sobre ele!

Add comment

Digital Ocean

Send this to a friend